Pichardo salta para o ouro e Portugal faz história nas olimpíadas

Os Jogos Olímpicos de Tóquio marcam a melhor prestação portuguesa de sempre na história deste evento megalómano. Jorge Fonseca, Patrícia Mamona, Fernando Pimenta e Pedro Pichardo são os portugueses medalhados até ao momento em Tóquio, numa altura em que Portugal nunca tinha conseguido conquistar quatro medalhas numa só edição dos Jogos.

Pedro Pichardo é o novo herói nacional e o homem do momento, ao vencer a prova de triplo salto, conquistando o ouro no Japão, de forma totalmente dominante. O atleta campeão olímpico conseguiu os três melhores saltos de toda a prova, bateu o recorde nacional, que já era seu, com a marca de 17,98 metros e fez ouvir a Portuguesa, finalmente, em Tóquio 2020.

Depois de Carlos Lopes, Rosa Mota, Fernanda Ribeiro e Nelson Évora, Pedro Pichardo é o quinto campeão olímpico de Portugal e o atleta do Benfica não escondeu a emoção no momento de subir ao palco e receber a medalha de ouro, que exibiu para a bancada, enquanto se ouvia o hino nacional.

Na hora das comemorações, Pichardo, de 28 anos, fez questão de realçar que ainda há muito para conquistar, nomeadamente o recorde do mundo, que quer alcançar antes dos Jogos Olímpicos de 2024. “Felicidade, muita felicidade. Estou muito feliz. Ser campeão olímpico é o máximo a que posso aspirar. É o melhor que há. Ainda parece que estou a sonhar, toda a gente quer falar comigo. Tenho de esperar uns dias para perceber que é realidade. «Vou continuar a trabalhar para chegar a Paris como recordista do mundo. Acreditei até ao último salto que hoje podia ultrapassar os 18 metros”.

Fotografia: Facebook do Comité Olímpico de Portugal

Compartilhar

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

cuatro + veinte =