Desporto à moda do Algarve

Numa sociedade e num país que vive essencialmente para o futebol, a realidade desportiva do Algarve pode passar despercebida a quem não vive na região sul do país. Atualmente apenas o Portimonense SAD representa a região algarvia no principal patamar do futebol nacional, com o Farense a ser ainda hoje a grande referência histórica na modalidade. No entanto a verdadeira realidade desportiva do Algarve é bem diferente daquilo que as pessoas podem pensar e a Portugal Sport promete esclarecer o nosso leitor nas próximas páginas desta edição.

Apesar de existir todo um Alentejo para se atravessar entre o Algarve e a capital de Portugal, o distrito de Faro é sem dúvida um espaço abençoado pela natureza e pela geografia. As condições climatéricas e as boas condições infraestruturas, tornam logo à primeira vista o Algarve como uma região ótima para a prática desportiva e para a organização de estágios de alta competição.

A precipitação é quase inexistente, clima varia entre 15º e 31º graus, em média. As condições naturais são privilegiadas e o Algarve está equipado por excelentes infraestruturas para a prática desportiva, apoiado de uma qualidade hoteleira superior a qualquer outra região de Portugal. No futebol são incontáveis o número de clubes, nacionais e internacionais, que já fizeram vários estágios na região e participaram em competições desportivas de pré-época também neste território.

O mesmo se pode dizer do atletismo e do ténis, que olham para o Algarve como uma Meca no que se refere a pré-época desportiva. Modalidades como o rugby e a canoagem escolhem o Algarve como local de estágio no inverno, garantindo dinâmicas desportivas durante todo o ano. O Estádio do Algarve, o Municipal de Albufeira, o Complexo Desportivo de Vila Real de Santo António, são apenas alguns dos equipamentos que o Algarve tem à sua disposição, para a prática de vários desportos, com a melhor qualidade possível.

A natureza e proximidade do mar tornam o Algarve ainda mais forte, sendo o destino de importantes provas desportivas e alguns campeonatos internacionais, em modalidades como pesca desportiva e vela. BTT, corta-mato e claro, o golfe são outras modalidades que aproveitam a riqueza natural do Algarve para organizarem algumas das mais importantes provas das modalidades.

Eventos Desportivos nota 10

Se pensarmos naquilo que é o calendário desportivo do Algarve, percebemos que a região começa o ano da melhor maneira, com o Grande Prémio dos Reis, prova que acontece em janeiro, em Faro. No mês de fevereiro temos a prova de corta-mato, Cross Internacional das Amendoeiras em Flor, onde todos os anos correm alguns dos melhores atletas do mundo.

Uma prova que nunca fica esquecida é a Volta ao Algarve, a segunda maior Volta do país, que atravessa grande parte da região e que já contou com a presença de alguns dos melhores ciclistas de todos os tempos, como foi o caso de Alberto Contador, ex-campeão da Volta a França.

No mês de março temos em Tavira a Algarve Bike Challenge, prova de BTT com inúmeros e fantásticos percursos que só se podem encontrar no interior algarvio. Ainda no primeiro trimestre temos a primeira grande prova de futebol internacional. A Algarve Cup é um torneio de futebol feminino que anualmente junta algumas das melhores seleções do mundo, e que além dos prestigio, serviu de motor para aquilo que tem sido o desenvolvimento do futebol feminino em Portugal e na Europa. Se hoje consumimos cada vez mais futebol feminino na nossa televisão, no Algarve já é uma tradição anual.

O Algarve é também hoje a casa do melhor autódromo do país, o Internacional do Algarve, onde durante todo o ano podemos ver os melhores pilotos do mundo em ação. De destacar o FIM Superbike World Championship, em setembro, uma das provas do campeonato mundial de superbikes.

Por fim deixamos o Golfe, um desporto que combina com o luxo inerente ao Algarve. Dos vários torneios internacionais, a Portugal Sport destaca o Portugal Masters, do circuito europeu de golfe (a European Tour), que acontece há 15 anos no Victoria Golf Course.

Instituições históricas desportivas

E como o Algarve não vive apenas de eventos internacionais, a Portugal Sport sente-se na missão de prestar o devido respeito às instituições desportivas algarvias, que são o principal motor para que o desporto no Algarve continue a dar cartas e a produzir talentos nas várias modalidades. Do Sotavento ao Barlavento são imensos os clubes que dão cartas numa ou noutra modalidade. O trabalho do Moncarapachense no futebol o ano passado não pode ser esquecido. O clube de Moncarapacho disputa este ano a Liga 3 e é certificado com três estrelas como entidade formadora para o futebol. Em Albufeira o trabalho que do Guia no feminino merece igual respeito e o próprio Ferreiras apresenta hoje um projeto bastante interessante no futebol.

Como dá para perceber, o desporto no Algarve é um assunto quase infinito, sendo que existem no distrito quatro instituições que se tornaram ao longo da história nos pilares do desporto algarvio: Imortal de Albufeira, Louletano, Portimonense e Farense.

O caso do Imortal é especial. Hoje existem duas instituições separadas, o Imortal DC no futebol e o Imortal Basket Club no basquetebol. No futebol o Imortal já representou o Albufeira na segunda divisão nacional, no entanto é no basquetebol que reside grande parte da mística deste nome. O Imortal é hoje uma das identidades mais fortes no basquetebol português, com duas equipas seniores na primeira Liga da modalidade: uma equipa masculina que luta pelos lugares cimeiros da tabela e uma equipa feminina que chega à Liga após uma temporada invicta no segundo escalão e que valeu um título nacional para o clube.

Já no caso do Louletano é a modalidade do ciclismo que traz reconhecimento ao clube, de Viana a Sagres. Com uma história bonita no futebol, é no ciclismo que o Louletano luta pelos títulos mais importantes, sendo todos os anos um nome a ter em conta, quando se vai disputar uma Volta a Portugal. O clube que vai completar 100 anos em 2023 é também conhecido pelo ecletismo, tendo sido a casa do nadador olímpico Miguel Pires, que representou Portugal em Atenas, no ano de 2004.

O trabalho que o Portimonense tem desenvolvido com o futebol profissional no Algarve também despensa apresentações, a equipa gerida pela SAD do emblema de Portimão é o único representante do distrito na Liga BWIN, no entanto o trabalho que a direção de Fernando Rocha tem efetuado no futsal não pode passar em claro. O Portimonense é um clube respeitado na Liga Placard e com uma ambição clara de se tornar mais forte de ano para ano, seguindo um trajeto de profissionalização, que se tem tornado evidente. A Câmara Municipal de Portimão também assume um papel importante nas modalidades do clube, uma vez que os espaços municipais que cedem ao Portimonense garantem as melhores condições para a prática desportiva.

O último nome da lista, mas não menos importante, é o do Farense. Provavelmente o nome mais sonante de clubes algarvios e certamente o que tem a maior história no futebol. Falar no Farense é falar de épocas de outro na primeira divisão nacional, é falar de Paco Fortes, é falar do São Luís, mas acima de tudo é falar de bairrismo e dos adeptos mais loucos do Algarve. “És de Faro, és Farense” é o lema dos adeptos, que não são do Benfica nem do Sporting, e que o único leão que lhes enche o coração, é mesmo o leão alvi-negro. Até ao dia de hoje, o Farense é o único clube do Algarve que conseguiu um 5º lugar na primeira divisão do futebol profissional do nosso país.

Compartilhar

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

trece − cinco =