Magnus Andersson: «Queremos ganhar tudo em Portugal»

Magnus Andersson, treinador que transita da época passada, garantiu que os jogadores voltaram “cheios de energia” e traçou os objetivos para a temporada que agora se inicia: “Temos o objetivo de ganhar tudo em Portugal e de ir passo a passo na Europa”. Diogo Oliveira, o primeiro reforço anunciado para esta época, já começou a conhecer os cantos ao Dragão Arena, mostrou-se “muito feliz” por estar no FC Porto e corroborou a tese do seu mister: “Fazer melhor no campeonato e nas outras provas internas é difícil, ou melhor, é impossível. Mas queremos igualar o que foi feito e na Liga dos Campeões queremos fazer ainda melhor. É esse o objetivo”, disse o treinador aos canais informativos dos azuis e brancos.

Magnus Andersson fez um balanço positivo da última época e espera que a próxima também seja recheada de êxitos.

“Estamos muito contentes pela última época, foi fantástica para nós. Os nossos jogadores voltaram cheios de energia, é mais fácil voltar assim quando houve uma boa época no ano anterior. Vai haver uma nova época, difícil, quando tivermos os nossos jogadores que vão participar nos Jogos Olímpicos, vamos começar a 100%, mas é bom começar de novo. Não há mais pressão, se jogas no FC Porto e se vês o que fizemos nos últimos anos, sentes sempre essa pressão, mas acho que é bom sentirmo-nos pressionados e temos o objetivo de ganhar tudo em Portugal e de ir passo a passo na Europa», afirmou o treinador, acrescentando: “Temos um grupo muito interessante na Liga dos Campeões e acho que aí podemos jogar sem pressão. Espero que os reforços se adaptem rápido, são bons rapazes, são fantásticos jogadores de andebol, somos uma boa equipa, vamos tomar conta deles e vai ser muito interessante”, completou.

Diogo Oliveira, confiante

Diogo Oliveira mostrou-se confiante na realização de uma “grande época” ao serviço do FC Porto. O jogador diz que está ansioso por começar a competição. “Sinto-me muito feliz por poder estar aqui no FC Porto e estou muito ansioso e motivado para o que vem aí. Quero dar o meu melhor, mas isso é o que todos dizem. Quero ser bem recebido e tudo o que puder dar à equipa, darei com o meu máximo. Fazer melhor no campeonato e nas outras provas internas é difícil, ou melhor, é impossível. Mas queremos igualar o que foi feito e na Liga dos Campeões queremos fazer ainda melhor. É esse o objetivo”, disse o atleta.

Compartilhar

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

dos × cuatro =