Treinadores da Liga Bwin 2021/2022: ponto de situação

Sérgio Conceição assinou por mais três anos com o FC Porto

O tabu ficou desfeito no passado dia 5 de junho, data em que Sérgio Conceição foi oficialmente confirmado como treinador do FC Porto até 2024. A dúvida persistiu durante largas semanas, a ideia de que o ciclo de Conceição no Dragão teria terminado ganhou força, mas ambas as partes chegaram a acordo e o vínculo estende-se até 2024, ou seja, por mais três anos.

“Começo por agradecer esta confiança depositada em mim e na minha equipa técnica. Agradecer também à direção do FC Porto e a toda a nação portista. Eu já não falo há algum tempo, perdi o hábito, mas li muita coisa. Nomeadamente que o Sérgio exigia isto ou aquilo. Eu não exijo nada, porque eu sou exigente por natureza. Se as pessoas são inteligentes percebem o que estou a dizer. Sou exigente porque estou num clube exigente, com o presidente mais titulado do mundo, com muitos títulos nacionais, com sete títulos internacionais que honram não só a nação portista mas também Portugal”, disse o treinador, citado pelo FC Porto, no momento da renovação de contrato com os azuis e brancos.

“Nós somos, em muitas situações, um estandarte importante para elevar o nome de Portugal na Europa, nomeadamente na Liga dos Campeões. É um clube que me obriga a ser melhor todos os dias, precisamente por esse historial e peso que tem, por essa pressão boa que cria em quem trabalha aqui. Eu estou habituado a trabalhar com gente dessa, por isso, quando o senhor presidente falou e falámos sobre a renovação, há outras coisas muito mais importantes do que o dinheiro que está no contrato. Isso não conta. O que conta, sim, é a nossa ambição, a nossa dedicação ao clube, o que queremos todos os dias para continuarmos a ser um clube vencedor”, fechou Conceição.

“O Sérgio sempre disse que queria ficar pelo FC Porto, pelo projeto e para ajudar. Quando lhe disse que teriam de ser as mesmas condições não pôs a mínima objeção. É isso que faz do Sérgio Conceição um treinador especial para nós. Porque ele não é treinador do FC Porto, ele é treinador do nosso clube. Do meu, do dele e do de todos nós”, testemunhou Pinto da Costa, presidente do FC Porto.

Pepa no Vitória SC

Também o Vitória de Guimarães apresenta novidades para a próxima época. Pepa, ex-Paços de Ferreira, será o novo timoneiro dos conquistadores.

“Mais do que um sonho era um objetivo, algo que ambicionava há muito tempo. Estamos todos para o mesmo caminho. Mais do que um passo que sinto que estou a dar, o Vitória não é só enorme, é diferente. É especial. De fora é fácil sentir esta ambição enorme. O que vai acontecer aqui nos próximos anos tem de ser sustentado com trabalho, paixão e humildade. Vamos passar por momentos difíceis, mas vamos ter momentos muito bons. Nos difíceis temos de estar todos juntos», disse Pepa no dia da apresentação à imprensa.

Regresso a Paços

Depois da saída de Pepa, o Paços de Ferreira elegeu imediatamente o sucessor do técnico que decidiu sair em direção a Guimarães. Jorge Simão, cara bem conhecida na capital do móvel, está de regresso ao clube após uma passagem pela I Liga belga.

Compartilhar

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

19 + 12 =