Fernando Pimenta conquista o bronze

Eis a terceira medalha para Portugal nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Depois da prata em 2012, em K2 1.000 metros, em equipa com Emanuel Silva, Fernando Pimenta conseguiu o bronze, desta vez na prova de K1 1.000 metros.

O canoísta português concluí a prova em 3.22,478 minutos, ficando atrás os húngaros Balint Kopasz, que venceu o ouro e é o novo recordista olímpico, com 3.20,643, e Adam Varga, com3.22,431.

O bronze de Pimenta é a 27ª medalha da história de Portugal nas olimpíadas. Os três pódio alcançados até ao momento, Fernando Pimento, Patrícia Mamona e Jorge Fonseca, igualam o melhor registo de Portugal nas várias edições dos Jogos Olímpicos. Em 1984, Los Angeles, e em 2004, Atenas, Portugal conseguiu três medalhas, sendo que neste momento um dos grandes favoritos ao ouro olímpico, Pedro Pichardo, ainda irá disputar a final de triplo salto, que irá acontecer na próxima quinta-feira.

Já com a medalha ao pescoço, Fernando Pimenta garante que ainda tem ambição para mais. “Acredito que é possível e continuo a querer ser campeão olímpico. Ter as três cores de medalhas. E vou estar cá para lutar por esse sonho e objetivo, conquistar mais êxitos para Portugal”.

Aos 31 anos, o canoísta conquistou ao todo 105 medalhas na carreira, duas delas olímpicas. “Acredito que é possível estar na luta por mais uma ou duas medalhas em Paris-2024, dependendo do que possa fazer. Se calhar posso dar também um contributo ao K2 500 ou K4 500, que vão ser as distâncias em competição”, garante Pimenta.

Fotografia: Facebook Comité Olímpico de Portugal

Compartilhar

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

10 + cinco =